Saúde

Os 4 melhores hábitos alimentares para quem quer viver mais, de acordo com Harvard

Pesquisadores da universidade classificaram os principais cardápios com base em eficácia para a longevidade. Veja quais são

Pesquisadores da Universidade de Harvard estão interessados em saber quais padrões alimentares podem aumentar a longevidade. Para tanto, classificaram quatro das principais dietas com base em sua eficácia na redução do risco de morte precoce.

Foram elas: o índice de Alimentação Saudável, desenvolvido pelo governo dos Estados Unidos como orientação padrão do país, o Índice Alternativo de Alimentação Saudável, desenvolvida pela universidade, a dieta mediterrânea e a dieta vegana.

Os resultados são baseados em uma pesquisa realizada com mais de 100 mil homens e mulheres acompanhados por 36 anos. Os participantes foram convidados a preencher um questionário dietético, que apontava se eles estavam seguindo padrões alimentares saudáveis.

Eles também foram pontuados usando o Índice de Alimentação Saudável dos Estados Unidos e o Índice Alternativo de Alimentação Saudável, que dão notas com base na frequência com que uma pessoa come alimentos saudáveis e não saudáveis. Cada participante tinha uma pontuação específica.

Então, a partir do controle de fatores externos, como histórico familiar, tabagismo consumo de álcool, eles determinaram o risco de mortalidade por todas as causas a cada ano que uma pessoa sofre com base na dieta.

“Estes padrões alimentares se destinam a fornecer conselhos, baseados na ciência, que promovem a boa saúde e reduzem as principais doenças crônicas”, explicou Frank Hu, um dos autores do estudo e nutricionista na Universidade de Harvard.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia