Brasil

Cid Moreira se defende após ser acusado de estupro por filho adotivo; Confira

O ex-apresentador do Jornal Nacional, Cid Moreira, se manifestou após ser acusado de estupro pelo filho adotivo, Roger Moreira. A resposta do locutor e jornalista aconteceu através de um nota publicada pela assessoria.

De acordo com o comunicado, essa não é a primeira vez que a denúncia acontece e que é “absurda” e “difamatória”. Os filhos, a esposa e o jornalista travam uma batalha judicial, que envolve o patrimônio do antigo apresentador do Jornal Nacional.

“Aos 97 anos de idade, Cid Moreira se depara novamente com uma declaração caluniosa proferida por Roger Moreira, que já o processou em outras cinco ocasiões sem êxito. Esta não é a primeira vez que Roger acusa Cid de maneira absurda e difamatória”, diz o comunicado.

Ainda segundo o comunicado, o mesmo filho adotivo que faz as acusações contra Cid Moreira esteve na televisão, há cerca de dois, para acusar a esposa do jornalista de cárcere privado. 

“Em 2022, Roger foi ao ar em cadeia nacional e acusou a esposa de Cid de mantê-lo em cárcere privado e de lhe servir comida estragada. Naquela ocasião, ele pleiteava a guarda do pai adotivo com a alegação de querer cuidar de Cid Moreira”, descreveu.

Na sequência, o apresentador acusou o rapaz de querer o dinheiro dele. “Meses mais tarde, outra declaração surgiu: Cid estava senil e não podia mais responder por seus atos. Todas essas afirmações eram mentirosas e visavam claramente interesses financeiros”, declarou.

Fonte: Bnews

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia