Brasil

Banco do Nordeste reforça apoio ao programa Embarque Digital com assinatura de convênio

O presidente do Banco do Nordeste (BNB), Paulo Câmara, anunciou, nesta segunda-feira (17), no Recife, um convênio no valor de R$ 895 mil destinados a bolsas de estudo para alunos beneficiados pelo Embarque Digital, programa concebido pelo Porto Digital em parceria com a Prefeitura do Recife. O Embarque Digital é o maior programa de formação de ensino superior em tecnologia do Brasil, beneficiando mais de mil estudantes em situação de vulnerabilidade.

“No mundo globalizado, com as ferramentas de Tecnologia da Informação cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas em todas as áreas, precisamos ter uma base de formação tecnológica como a que a gente ver hoje aqui, cada vez mais se consolidando no Recife”, afirmou Paulo Câmara.

Segundo ele, o BNB é um indutor do desenvolvimento que atua para que a região diminua a desigualdade, avance, gere emprego e renda. “É a maior instituição hoje de microcrédito da América Latina. Vamos fazer com que esses jovens, quando se formarem, tenham suas empresas e possam ter certeza que o BNB vai ajudá-los a empreender, a gerar emprego e renda, a crescer e a gerar riqueza para nossa região”, garantiu.

Câmara disse, ainda, que outros projetos devem vir e que quer replicar ações como essa, “tão bem desenhadas e bem feitas para o futuro da Região Nordeste”. Segundo ele, o BNB está viabilizando os projetos demandados antes de assumir a presidência do banco, mas quer replicar ações como essa para que outras áreas possam ter o mesmo tipo de benefício.   

“O Nordeste é muito grande, tem muitas expertises, e o banco quer replicar uma experiência como essa na área de tecnologia nos outros estados e em outras áreas, principalmente chegando nas camadas mais vulneráveis da sociedade”, acrescentou.    

O prefeito João Campos (PSB) disse que o Embarque Digital é um programa com uma estratégia de cidade. Esclareceu que, embora o ensino superior não seja da competência da prefeitura, o programa vai muito além também porque é de formação de pessoas.

“Pela primeira vez, temos um braço do Governo Federal fazendo uma participação robusta e muito importante. Essas bolsas vão ser focalizadas em estudantes cadastrados no CadÚnico que têm um recorte de renda específico e, sobretudo, nos primeiros períodos. Vai ser uma força grande para reduzir a evasão”, disse.

Para o prefeito, o reforço do BNB no Embarque Digital coloca de maneira imediata uma instituição que aparentemente tem um caráter financeiro num cunho social forte, impactando diretamente no capital humano e fortalecendo a região. “Talvez poucas políticas públicas do Nordeste tenham tanta força de agregar valor como essa, de poder formar gente que vai continuar morando no Recife, programar para outros países, e consumir sua renda dentro da cidade”, complementou.

Fonte: Folha PE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia