BrasilPolicia

INTEGRANTE DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA É PRESO PELA PF NO RECIFE

Em Pernambuco, dentro da Operação Match Point, foi dado cumprimento a 01 Mandado de Busca e Apreensão em desfavor de um integrante de uma facção criminosa, de 39 anos, que foi preso dentro dessa operação em Parnamirim/RN. Ele estava residindo num apartamento que fica localizado na Imbiribeira-Recife/PE onde foram apreendidos diversos documentos, os quais serão enviados para a coordenação da operação em Florianópolis/SC a fim de subsidiar as investigações que estão em andamento!

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (12/4) a operação Match Point visando desarticular organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de drogas. A organização se subdividia em duas grandes células, com ramificações em várias cidades do País, em especial nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. Os bens sequestrados pela PF nesta ação podem superar a cifra de R$ 150 milhões de reais.

Cerca de 250 policiais federais cumprem 49 mandados de busca e apreensão e 33 mandados de prisão preventiva em cidades de dez estados brasileiros. Também foi realizado o bloqueio de contas bancárias de 43 pessoas físicas, sequestro de 57 bens imóveis e de diversos veículos e embarcações.

Durante as investigações, a Polícia Federal, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar de Santa Catarina, efetuou sete prisões em flagrante, apreendendo cerca de 65 quilos de cocaína e 225 quilos de skunk.

Dentre os líderes da organização criminosa há um cidadão islandês residente no Brasil, já anteriormente investigado pela Polícia Federal e pela polícia da Islândia. Para a realização da operação Match Point a Polícia Federal efetuou cooperação internacional com a Itália, por meio da Interpol, e com a Islândia, em coordenação com os escritórios de ligação junto à Europol. Houve, ainda, autorização judicial para o acompanhamento da deflagração da operação por representantes da polícia da Islândia. Entre os crimes apurados até o momento, estão a lavagem e ocultação de bens, organização criminosa e tráfico internacional de drogas com associação ao tráfico. As penas cumuladas desses crimes podem chegar a mais de 40 anos de prisão.

Fonte: Portal Agreste Violento

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia