Política

Miguel Coelho rompe silêncio e diz seguir “torcendo por Pernambuco e apoiando” Raquel

O ex-prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (UB), que declarou apoio a Raquel Lyra (PSDB) ao fechar das urnas do primeiro turno, sem combinar posicionamento ou acordar nada, rompeu o silêncio e se pronunciou em publicação em suas redes sociais.

Chegamos aos 100 dias da nova gestão estadual. Se o caminho está certo ou não, ainda é cedo pra dizer, mas acredito que Raquel precisa imprimir a sua marca de gestão, mostrar os planos de ação sobre os principais problemas de Pernambuco e consolidar a sua base política”, escreveu Miguel, sem esconder a impaciência com a falta de ações do novo governo de Pernambuco.

E completou: “Ações de problemas como mobilidade, estradas, saúde e água para a população precisam ser apontadas. É preciso pensar as soluções com agilidade, e não fazer política olhando pelo retrovisor. Política é assim, o que é bom depois de 4 anos fica, e o que não agradar, vai embora. Seguimos torcendo por Pernambuco! Apoiamos Raquel Lyra no 2º turno e esse apoio segue. Ela sabe que pode contar conosco. Se no futuro a situação mudar, saberemos o que fazer”.

Na própria Assembleia Legislativa, as insatisfações são colocadas diariamente e com consequências que já começaram timidamente, mas tendem a crescer e atrapalhar a governabilidade.

No caso dos Coelhos, foi provado que não deu para ganhar a eleição, mas os mais de 800 mil votos que conquistaram em uma eleição dependendo unicamente deles, e com o próprio partido jogando contra, são decididamente players importantes e com um peso a ser considerado. Miguel deixou claro que ainda torce pelo governo da tucana, mas por outro lado, ainda se procura quem faz política ou entende de estratégia no governo de Raquel.

Fonte: Cauê Rodrigues

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia