Brasil

Inadimplência sobe e atinge 70,5 milhões de brasileiros

O número de brasileiros com o “nome sujo” chegou a 70,5 milhões em fevereiro, segundo dados divulgados pelo Serasa. No mês, mais de 430 mil pessoas entraram na base de pessoas negativadas – ou seja, que tiveram seus dados colocados no cadastro da inadimplência por atraso no pagamento de contas, empréstimos e financiamentos.

A inadimplência atinge quase 70% da população economicamente ativa no Brasil. O valor médio das dívidas em atraso foi de R$ 4,6 mil, o que equivale ao triplo do salário mínimo vigente. Ainda de acordo com os dados do Serasa, o volume de débitos que não foram pagos subiu 24% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre os produtos financeiros, o cartão de crédito foi o principal vilão da inadimplência, representando 31% das dívidas. Em seguida, vieram as contas de consumo (água, luz e telefone), com 22% do total.

Para Luiz Rabi, economista-chefe da Serasa, os brasileiros têm recorrido ao cartão de crédito para despesas mensais, como compras e medicamentos. A inadimplência do rotativo do cartão bateu recorde histórico em fevereiro, chegando a quase 45%.

Além disso, fevereiro é um mês de maior pressão financeira, em razão dos gastos típicos de início de ano, como pagamento de IPTU, IPVA e matrícula escolar.

Via: Metropoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia