Pernambuco

MAIS UM GARI EM SERTÂNIA DENUNCIA HUMILHAÇÃO E CRUELDADE DIZ SER TRATADO IGUAL BICHO. “NUNCA VI TANTA HUMILHAÇÃO E CRUELDADE” DIZ

Mais um caso de crueldade, humilhação e trabalho, segundo denúncia,análogo a escravidão, chega a nossa redação.

O senhor Juarez Trezena, homem trabalhador, chegou ao Tribuna do Moxotó, contando as atrocidades sofridas por ele no trabalho onde exerce o cargo de auxiliar de serviços gerais(gari) para empresa Genesis Terceirização.

Segundo aquele trabalhador, a chefe conhecida por Vera, trata seus subordinados como “bicho”, gritando, humilhando e quando estes não gostam (tem que gostar né), são punidos.

“É muita humilhação, gritos, e trabalho como se todos fossem escravos. Quando vamos para algum povoado e distrito não pagam horas extras e a comida que dão nem cachorro come. Muita crueldade”, diz Seu Juarez.

Veja Sertânia esse é o segundo caso denunciado em menos de três meses. O outro caso foi de sertaniense conhecido por “Baratinha” que também denunciou todas essas atrocidades e o fato é que todos sabem que o tratamento ali é desumano.

“Todos sabem que ela trata a gente como verdadeiros bichos, é muita humilhação, tanto a chefe do setor como o secretário, todos se acham donos do mundo, isso é desumano minha gente”, contou seu Juarez.

Todos assistirão em vídeo contado por “Seu Juarez”, o que ele passa ali naquela empresa, um verdadeiro absurdo.

“Eu não acredito que esse povo ainda vá a igreja rezar depois que fazem isso com a gente”, disse uma gari que pediu até pelo amor de Deus para não ser identificada. “É que todos nós temos filhos e precisamos desse emprego, mas é muita crueldade”, completa

Outra questão não menos grave é que esse trabalhador diz que trabalha assim há 7 anos e nunca tirou férias, antes trabalhava diretamente para prefeitura (como atesta o documento abaixo) e desde  1 de dezembro de 2021 passou para esta empresa e continua sem tirar férias. O que caracteriza descaso para com os direitos do trabalhador.

O COMPROVANTE DE RENDA DO TRABALHADOR MOSTRANDO QUE ELE ESTÁ TRABALHANDO NESTE SETOR DE AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (GARI) E DESDE 2018 SEM DIREITO A FÉRIAS

É assim pessoal que estes que hoje estão no poder tratam o povo, sobretudo, os mais humildes. Uma particularidade: esse rapaz sempre votou neles, assim como seus familiares.

Por este e outros motivos é que o ministro do trabalho, Luiz Marinho do PT, frisou numa entrevista que “Terceirização é prima-irmã do trabalho escravo”.  Nessa entrevista aquele ministro avaliou que a ampliação da terceirização aprovada pela reforma trabalhista de 2017 é um dos fatores responsáveis pelo aumento dos casos de trabalho análogo à escravidão no Brasil.

Isso é um fato, estão aí as denúncias sertanienses, pessoas humildes sendo constantemente humilhadas e obrigadas a trabalhar sem nenhuma condição e vendo seus direitos sendo jogado no ralo.

Fonte: Tribuna do moxotó

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia