Brasil

Após ser encontrada, mulher enterrada viva em cemitério encontra-se na UTI em estado grave

A mulher que foi enterrada viva no Cemitério Municipal de Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São João Batista.

A estimativa é que tenha ficado 10 horas presa no túmulo. Ela foi internada com marcas de agressão e uma lesão na cabeça.

A vítima, de 36 anos, foi encontada após os coveiros desconfiarem da estrutura do túmulo, pois o cimento estava fresco e havia sangue no local.

Em seguida, policiais militares foram acionados, que escutaram a mulher -já com a voz fraca- pedindo socorro. Então, os funcionários do cemitério foram acionados para quebrar o túmulo. A mulher foi socorrida pelo Samu e conduzida ao Hospital São João Batista.

De acordo com a Polícia Civil, dois suspeitos são apontados por enterrarem a mulher viva.

E a Polícia Militar indica que a vítima teria guardado entorpecentes para esses dois homens, e que o material havia sido extraviado. Por esse motivo, a dupla foi até a casa dela e a agrediu.

Via Didi Galvão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia