Pernambuco

Arcoverde terá o primeiro hospital-dia do interior de Pernambuco; investimento é de R$ 9 milhões

O interior de Pernambuco ganhará seu primeiro hospital-dia. Com investimento de em R$ 9 milhões, o San Camilo está sendo construído em Arcoverde, a 255 km da capital Recife. A unidade, com previsão para ser concluído no segundo semestre de 2024, terá financiamento do Banco do Nordeste (BNB). O contrato de crédito foi assinado na última segunda-feira (20).

O empreendimento é dos médicos e irmãos Breno e Thiago Siqueira Fernandes, naturais do município onde o hospital está sendo construído. Os profissionais apostam na alta demanda pelo modelo hospital-dia, voltado para cirurgias de baixa e média complexidade que exigem internações breves, de no máximo dois dias, como as incluídas nas especialidades de cirurgia geral, vascular, oftalmológica, ginecológica, urológica e ortopédica, entre outras.

A expectativa é atender a população da região, estimada em 600 mil pessoas, residentes num raio de 75 km de Arcoverde. “O nosso projeto terá capacidade de até triplicar a oferta de leitos e salas cirúrgicas que iremos oferecer na primeira fase. Ele irá evoluindo de acordo com a demanda do mercado. Podemos avançar em curto prazo, graças ao formato da construção”, disse o CEO do San Camilo, o cardiologista Breno Siqueira Fernandes.

O San Camilo será construído em duas fases. A primeira, já iniciada, conta com recursos do financiamento da linha FNE Saúde. Nesta primeira etapa terá um centro cirúrgico, com duas salas de cirurgia e seis leitos de observação; um centro próprio de esterilização e oito leitos para pacientes que precisam ficar internados por períodos acima de 12 horas e de 24 horas. Ela inclui ainda salas para atendimento ambulatorial de médicos que vão atuar em parceria com o hospital.

“Vamos ter equipamentos de ponta, com sistemas automatizados que irão facilitar a comunicação e a gestão hospitalar. Teremos um hospital tecnológico e humanizado, oferecendo um serviço de alta qualidade aos nossos pacientes”, afirmou o CEO do San Camilo.

“Além de ter um custo direto mais acessível, reduz custos indiretos como deslocamentos, hospedagem e despesas com acompanhamento de parentes. Outro impacto importante é a geração de negócios na região. O setor de saúde tem essa característica. Você tem a parte de diagnóstico de imagem, fornecimento de materiais e outros serviços atrelados que surgem ao redor desse tipo de equipamento. Essa atração de novos investimentos gera emprego e renda em uma região do interior do estado”, observou Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho, superintendente do BNB em Pernambuco.

Fonte: Diário de Pernambuco

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia