Policia

Candidata derrotada à presidência vai à PF após ser xingada de “Piranha traíra”

A senadora Soraya Thronicke (União-MS) registrou boletim de ocorrência na Polícia Federal após ter sido xingada enquanto concedia entrevista ao vivo à Rádio Capital FM na sexta-feira (17). 

Durante a entrevista, a rádio abriu espaço para comentários do público. Nesse momento, Soraya foi hostilizada chamada de “piranha traíra” por um ouvinte.

“Soraya é uma das maiores traidoras da pátria. Uma pessoa que apoia um ladrão, um corrupto, igual a ela e a Simone estão apoiando, em troca de dinheiro, em troca de favor de um corrupto comunista. Espero que ela não ganhe nem para síndica de condomínio onde ela mora. Porque piranha traíra igual ela…”, disse o ouvinte, que teve o áudio cortado pelo apresentador após as ofensas.

Logo que saiu da rádio, Soraya foi até a Polícia Federal registrar o boletim de ocorrência contra o homem, que não teve seu nome divulgado. “A liberdade de expressão termina onde começa o Código Penal. Ninguém está acima da lei, e agora mais um radical vira caso de polícia. Não cutuquem onças!”, escreveu a senadora no Twitter.

“Ele foi extremamente deselegante, saiu do limite da liberdade de expressão e adentrou para desfilar no Código Penal com calúnia, difamação, injúria e ofensa à minha honra em uma entrevista ao vivo”, disse ela, em vídeo publicado na mesma rede social.

Fonte: Blog do J. Campos

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia