Brasil

Nikolas Ferreira nega fala transfóbica em discurso polêmico na Câmara Federal

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) afirmou que não houve transfobia em fala realizada ontem (8), Dia Internacional da Mulher, na Câmara dos Deputados. Com uma peruca loira, o parlamentar, da tribuna do plenário, fez um discurso de teor transfóbico. Por meio de uma publicação no Twitter, Nikolas disse que estava “defendendo um direito das mulheres”.

“Defendi o direito das mulheres de não perderem seu espaço nos esportes para trans – visto a diferença biológica – e de não ter um homem no banheiro feminino. Não há transfobia em minha fala. Elucidei o exemplo com uma peruca (chocante). O que passar disso é histeria e narrativa’, argumentou.

Discurso

Nikolas ironizou as mulheres trans e se autointitulou “deputada Nikole”. “As mulheres estão perdendo seu espaço para homens que se sentem mulheres”, afirmou o parlamentar durante sessão na Câmara dos Deputados

“Posso ir para a cadeia caso eu seja condenado por transfobia. Por que xinguei ou pedi para matar? Não. Porque, no Dia Internacional da Mulher, há dois anos, parabenizei as mulheres XX. É, na verdade, uma imposição. Ou você concorda com o que estão dizendo ou, caso contrário, é um transfóbico, homofóbico ou preconceituoso”, continuou o parlamentar mineiro.

O discurso de Nikolas foi repudiado por diversos parlamentares. A bancada do PSB decidiu pedir a cassação do parlamentar. Já a deputada federal Erika Hilton (Psol-SP) vai enviar notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal contra Nikolas.

Fonte: Diario de Pernambuco

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia