Pernambuco

Igreja divulga estado de saúde de padre atingido por tiro em Petrolina

O padre Breno Gomes Paixão, de 43 anos, que sofreu um ataque a tiros na última sexta-feira (24), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, continua internado e sem previsão de alta.

Na tarde desta segunda-feira (27), a Diocese de Petrolina divulgou nota, nas redes sociais, falando sobre o estado de saúde do religioso. O caso continua cercado de mistério. 

De acordo com a Diocese, o padre “está em plena recuperação, aguardando novos exames e a retirada definitiva dos fragmentos do projétil que o atingiu”.

“O sacerdote agradece as orações e as manifestações de carinho dos seus paroquianos, dos diocesanos, e de todos aqueles que estão em comunhão com ele e esta Igreja Particular, em momento de grande perplexidade”, disse a Diocese. 

“Continuemos unidos através da fé e pela prática da oração, um dos pilares deste tempo quaresmal e da vida de cada cristão”, completou. 

COMO ACONTECEU O ATAQUE A TIROS CONTRA O PADRE?

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o padre Breno seguia de carro para um sítio localizado no distrito de Rajara, zona rural de Petrolina, onde realizaria uma missa. No caminho, dois homens numa moto se aproximaram, dispararam vários tiros e fugiram.

O padre foi atingido de raspão no pescoço. Ele foi socorrido por populares e encaminhado à Unidade de Atendimento Multiprofissional Especializado de Rajada. 

Os suspeitos do crime ainda não foram identificados. 

O Padre Breno Gomes Paixão, que sofreu um atentado na última sexta-feira, 24 de fevereiro, está em plena recuperação, aguardando novos exames e a retirada definitiva dos fragmentos do projétil que o atingiu.

O sacerdote agradece as orações e as manifestações de carinho dos seus paroquianos, dos diocesanos, e de todos aqueles que estão em comunhão com ele e esta Igreja Particular, em momento de grande perplexidade.

Continuemos unidos através da fé e pela prática da oração, um dos pilares deste tempo quaresmal e da vida de cada cristão.

Petrolina, 27 de fevereiro de 2023.

Publicada às 12h27min

Fonte: JC

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia