Pernambuco

Município de Pombos chama atenção do maior gigante asiático: a China

Conhecida como Terra do Abacaxi, a cidade de Pombos, localizada a 57 quilômetros do Recife, conseguiu despertar o interesse do maior gigante asiático, a China. A atenção do país chinês foi chamada pela fartura dos frutos mais doces do Brasil, em meio ao Agreste pernambucano, onde o clima é semiárido. O município produz especialmente o abacaxi da espécie pérola, que pode chegar até três quilos e se destaca pelo perfume e alto teor de açúcar, um fruto que se desdobra em 17 produtos nas mãos dos agricultores. 

Pernambuco é o quinto maior produtor de abacaxis do Nordeste, mas o município é o campeão na produção estadual. São mais de 200 agricultores familiares que colhem aproximadamente 16 milhões de frutos durante o ano, espalhados numa área de 800 hectares (800 campos de futebol). 

Segundo o secretário de Agricultura, Indústria e Comércio de Pombos, Jairo Rubens de Lima, o incentivo à produção dos agricultores colocou Pombos no mapa internacional. Em um prazo máximo de três anos, existe um potencial de crescimento de produção para 20 milhões de frutos por ano, o que vai aumentar a receita do município. Toda a colheita é feita de forma artesanal pelos trabalhadores e mais de cinco mil empregos diretos indiretos são gerados. A produção de abacaxi representa 70% da economia da cidade. 

Secretário de Agricultura, Indústria e Comércio de Pombos, Jairo Rubem de Lima, pela então Cônsul da China, Yan Yuqing, e pelo prefeito de Pombos, Marcos Ferreira.

Jairo Rubens contou que a doçura do abacaxi local e o tamanho, entre outros fatores, estimularam um acordo de cooperação entre Pombos e a China para intercâmbio técnico e científico, bem como para produção agrícola e beneficiamento do abacaxi e seus derivados. A articulação foi iniciada pela Secretaria estadual do Trabalho, no ano passado, e o município ganhou asas para voos no exterior. 

Fonte: Folhape

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
× Envie sua Notícia